domingo, 29 novembro 2020

Vida Digna aos Aposentados

Neste  24 de janeiro, Dia Nacional dos Aposentados, a  Fecomerciários e seus 70 Sindicatos Filiados reforçam a luta pela valorização destes trabalhadores, e destas trabalhadoras que em muito contribuíram, e ainda contribuem, para o desenvolvimento do Brasil. Por isso, juntamente com as Centrais Sindicais e as confederações de trabalhadores estamos intensificando nossa posição contrária à Proposta de Emenda Constitucional (PEC) 287, que trata da Reforma da Previdência. Queremos discuti-la para promovermos alterações no texto apresentado.

A matéria original propõe, por exemplo, que o trabalhador deverá contribuir por 49 anos para ter direito à aposentadoria integral. Iguala, em 65 anos, a idade mínima para homens e mulheres se aposentarem. Tem mais. O tempo mínimo de contribuição seria de 25 anos. Ou seja, ficaria praticamente impossível se aposentar no Brasil. Soma-se a estes cálculos a elevada rotatividade no mercado de trabalho, que dificultaria tais contribuições.

Além de ser nociva aos futuros aposentados a proposta, do modo em que foi apresentada pelo governo ao Congresso Nacional, também prejudica os atuais aposentados e pensionistas. Isso porque, não bastasse restringir o direito à aposentadoria, ela defende o fim do acúmulo de aposentadorias e quer, entre outras medidas, desvincular os valores dos benefícios do salário mínimo, fator de arrocho.

A matéria será votada no Congresso Nacional neste ano. Por isso, o movimento sindical vai realizar, na segunda quinzena de março, o Dia Nacional de Paralisações por mudanças na Reforma da Previdência. No dia 22 de fevereiro estaremos em Brasília, pressionando o Congresso, a fim de impedir a retirada de direitos dos aposentados, que merecem respeito e viver dignamente!

Luiz Carlos Motta – Presidente da Fecomerciários